Veja como o coronavírus pode se espalhar em um restaurante



A imagem acima, publicada no site do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, o CDC, procura demonstrar como o novo coronavírus pode se espalhar em um restaurante a partir da presença de um cliente infectado, porém assintomático. Na imagem, vemos cinco mesas. O cliente A1 está contaminado, mas não sabe. Dependendo do fluxo de ar, através de pequenas gotículas carregadas de vírus, outras nove pessoas podem se contaminar.

O CDC realizou esse estudo com pessoas que testaram positivo para Covid-19 para analisar o comportamento desses pacientes e suas atividades na comunidade - como o uso de máscara, idas a restaurantes, bares, academias e cultos religiosos. O resultado mostrou que parte das pessoas que foram contaminadas frequentou bares e restaurantes nos 14 dias antes de ficarem doentes. Segundo a pesquisa, adultos com Covid-19 apresentaram probabilidade duas vezes maior de afirmar que frequentaram um restaurante antes de se contaminarem, em relação àqueles que testaram negativo.

Ainda de acordo com o estudo, em atividades como compras, uso de transporte público, reuniões em casa com menos de dez pessoas, reuniões religiosas, idas ao escritório, academia ou salão, não houve diferença significativa entre aqueles que testaram positivo e negativo.

Segundo os pesquisadores, “a direção, a ventilação e a intensidade do fluxo de ar podem afetar a transmissão do vírus mesmo que medidas de distanciamento social e o uso de máscaras sejam implementados". Os cientistas lembram que "as máscaras não podem ser usadas com eficácia durante as refeições e bebidas, enquanto compras e muitas outras atividades internas não impedem seu uso".

O estudo obteve dados de 314 adultos, de dez estados americanos, que testaram positivo para Covid-19 em julho de 2020.

Ainda segundo os pesquisadores, "os pacientes relataram idas a restaurantes, bares ou cafeterias apenas quando a análise ainda era restrita a participantes sem contato próximo com pessoas já testadas positivo para Covid-19 antes do início da doença".

Outro dado obtido mostra que 42% dos adultos que testaram positivo relataram ter tido contato próximo com, pelo menos, uma pessoa que também havia sido contaminada; em comparação com os 14% que testaram negativo e que afirmaram que a maioria de seus contatos próximos, 51%, eram membros da família.

Os pesquisadores explicam que o estudo possui algumas limitações como, por exemplo, o fato de não levar em consideração se o jantar no restaurante foi em ambiente externo ou interno, se houve distanciamento entre as mesas ou a redução da capacidade de atendimento. Além disso, eles reforçam a necessidade de mais pesquisas com maiores grupos de pacientes para determinar se conclusões semelhantes seriam encontradas.


Fonte: CNN

44 visualizações