Transmissão do Coronavírus: Perguntas e Respostas



Como é transmitida a doença?

O principal meio de transmissão é entre pessoas, ou seja, ao tossir ou espirrar, pessoas infectadas expelem gotículas que contém o vírus. Essas gotículas podem contaminar superfícies e objetos. Outras pessoas podem se infectar ao tocar nesses locais contaminados, levando suas mãos aos olhos, nariz ou boca.

Se eu ficar próximo a uma pessoa infectada pelo vírus, em quanto tempo também posso ficar contaminado?

Não há consenso, porém os especialistas entendem que quanto mais tempo em contato próximo, maior o risco de transmissão.

E se eu cruzar com uma pessoa doente, também ficarei doente?

Os especialistas concordam que ainda têm muito a aprender sobre este ponto, mas quatro fatores provavelmente desempenham algum papel nessa questão: quão perto você está; quanto tempo você está perto da pessoa; se essa pessoa projeta gotículas virais em você; e quanto você toca seu rosto. Obviamente, sua idade e saúde também são fatores importantes.

Mantenha-se atento às medidas de prevenção verificadas no tópico anterior e lembre-se de evitar aglomerações e ambientes fechados, além de fazer uso frequente do álcool gel ao tocar superfícies.

O que é a transmissão por gotícula?

É uma gota contendo partículas virais. Um vírus "nu" não pode ir a lugar algum, a menos que esteja pegando carona com uma gota de muco ou saliva. Essas gotículas de muco e saliva saem da boca ou do nariz enquanto tossimos, espirramos, rimos, cantamos, respiramos e conversamos. Se elas não atingem algo ao longo do caminho, normalmente caem no chão. Para ter acesso às células, as gotículas virais devem entrar pelos olhos, nariz ou boca. Alguns especialistas acreditam que espirros

e tosse são provavelmente as principais formas de transmissão. Conversar a menos de 2 m ou compartilhar uma refeição com alguém pode representar um risco.

Quão perto é muito perto?

O seguro é ficar a, pelo menos, 2 metros de uma pessoa doente.

O vírus pode permanecer em um assento de ônibus, em uma tela sensível ao toque, maçaneta ou outra superfície?

Sim, por isso a recomendação é sempre higienizar as mãos após tocar em superfícies potencialmente contaminadas. As gotículas não penetram na pele, mas se você tocar mucosas, rosto, olhos e nariz com as mãos sujas ou contaminadas, poderá haver contágio.

Os animais domésticos podem transmitir a COVID-19?

Não. De acordo com informação da Organização Mundial da Saúde (OMS), não há evidência de que os animais domésticos, tais como cães e gatos, tenham sido infetados e que, consequentemente, possam transmitir a COVID-19.

Pessoas assintomáticas transmitem o vírus também?

Pessoas infectadas com o novo Coronavírus costumam exibir sintomas entre 4 e 5 dias após a contaminação, mas os sintomas podem variar entre 1 e 14 dias para aparecer. Durante o período assintomático estima-se que possa haver transmissão (em menor escala), mas não se conhece resposta definitiva para esta questão até o momento.

Necessito usar máscara facial se estiver em público?

Não está indicado o uso de máscara para proteção individual, exceto nas seguintes situações:

• Pessoas com sintomas de infecção respiratória (tosse ou espirro);

• Suspeitos ou portadores de infecção confirmada de COVID-19.

Qual a orientação para quem tem casos confirmados em casa? Não devemos permitir que os filhos frequentem a escola, mesmo que assintomáticos ou devemos nos afastar do trabalho?

O Governo do Estado de São Paulo e de outros estados do país decretaram a suspensão das aulas temporariamente pensando em reduzir o número de pessoas em circulação. Não há orientação formal até o momento do Ministério da Saúde, mas recomenda-se que pessoas que têm contato com indivíduos com COVID-19 permaneçam em casa em cuidados de isolamento domiciliar e que sigam as recomendações do tópico anterior para evitar contágio de outras pessoas no ambiente. Se possível, trabalhar em home office. Sempre ficar atento ao surgimento de sintomas gripais, febre ou ainda desconforto respiratório. Deve-se procurar avaliação médica nestes casos. Se você tiver máscara simples disponível, ao se locomover para esta finalidade, utilize-a.

O calor ajuda a evitar a COVID-19?

O calor diminui aglomerações e faz com que as pessoas tendam a ficar menos em ambientes muito fechados, que é um fator de propagação da doença. Não se conhece ainda, contudo, com precisão, o impacto da temperatura para este vírus especificamente, portanto, as recomendações independem do clima ambiente.


Fonte: Hospital Sírio Libanês

0 visualização