Os efeitos da quarentena combinada a outras medidas de saúde pública


A Cochrane, instituição global dedicada a avaliar evidências científicas, publicou um estudo a pedido da Organização Mundial da Saúde (OMS) e apoiado pela Danube-University-Krems sobre os efeitos da quarentena utilizada como única medida de combate à contaminação e também combinada a outras medidas de saúde pública.

O objetivo do estudo foi descobrir se, e com que eficácia, a quarentena impede a disseminação da Covid-19 e se impede mortes. E também analisar se a quarentena é mais eficaz quando combinada a outras medidas, como fechamento de escolas.

Foram incluídos 29 estudos. Destes, 10 se concentraram na Covid-19; 15 na SARS; 2 na SARS mais outros vírus; e 2 na MERS.

A maioria dos estudos combinou dados existentes para criar um modelo (uma simulação) de forma a prever como os eventos podem ocorrer, ao longo do tempo, em pessoas e em diferentes situações (chamados estudos de modelagem).

A seguir, apresentamos as principais conclusões do estudo.

- Apesar das evidências limitadas, todos os estudos consideraram a quarentena importante na redução do número de pessoas infectadas e do número de mortes. Os resultados mostraram que a quarentena foi mais eficaz e gerou menos custos quando iniciada mais cedo. A combinação de quarentena com outras medidas de prevenção e controle teve um efeito maior do que a quarentena isolada.

- O estudo demonstrou que a quarentena de pessoas expostas a casos confirmados ou suspeitos reduziu de 44% a 81% os casos incidentes; e de 31% a 63% as mortes em comparação com nenhuma medida.

- O efeito da quarentena de viajantes de um país com surto declarado foi pequeno. Quando combinaram quarentena com outras medidas de prevenção e controle, incluindo fechamento de escolas, restrições de viagens e distanciamento social, houve um efeito maior na redução de novos casos, de transmissões e de mortes do que apenas medidas individuais isoladas.

- Os resultados indicam, consistentemente, que a quarentena é importante na redução da incidência e da mortalidade durante a pandemia da Covid-19. A implementação antecipada da quarentena e a combinação da quarentena com outras medidas de saúde pública são importantes para garantir a eficácia. Para manter o melhor equilíbrio possível de medidas, os tomadores de decisão devem monitorar, constantemente, a situação do surto e o impacto das medidas implementadas. Testar amostras representativas em diferentes contextos pode ajudar a avaliar a verdadeira prevalência de infecção e reduzir a incerteza.

Fonte: Cochrane

Foto: Skeeze Pixabay

2,110 visualizações