Coronavírus: máscara médica versus máscara de algodão de camada tripla


Em diversas partes do mundo, as pessoas saíram em busca de proteção contra a contaminação por coronavírus e acabaram provocando uma escassez de máscaras médicas descartáveis.

A plataforma Science Direct publicou um artigo de cientistas de Taiwan que fizeram um estudo para comparar a eficácia entre a máscara de algodão de camada tripla e a máscara médica descartável quanto à contenção de gotículas respiratórias. O objetivo era descobrir se a máscara de tecido de tripla camada poderia ser um substituto da máscara médica.

A pesquisa foi realizada com voluntários que usaram os dois modelos de máscaras em duas situações: em um quarto, dentro de um edifício, com as janelas fechadas; e dentro de um carro com o ar-condicionado ligado e as janelas também fechadas.

Os resultados mostraram que não houve diferença significativa entre os dois modelos de máscaras. Sendo assim, o estudo sugere que a máscara de algodão de camada tripla pode ser um substituto potencial da máscara médica para pessoas com infecção respiratória em microambientes com ar-condicionado. Além disso, pessoas saudáveis ​​podem usar a máscara de algodão diariamente em seu cotidiano, uma vez que ela é lavável e reutilizável.

Fonte: Science Direct

Foto: Andrea Piacquadio

0 visualização